Uma das principais publicações brasileiras de economia e negócios, a Revista Amanhã, de Porto Alegre, publicou o resultado do ranking das Campeãs da Inovação 2015, feito em parceria com a Edusy e com o respaldo técnico do Núcleo de Inovação da Fundação Dom Cabral. A Ciser, maior fabricante de parafusos e porcas da América Latina, ficou entre as 50 companhias que desenvolvem as práticas mais inovadoras e criativas no Sul do país.

Para chegar aos resultados, um questionário abrangente foi aplicado, com questões que abordam diferentes aspectos relacionados à construção de um ambiente criativo – desde a cultura organizacional até os resultados concretos de novas ideias. A classificação final dependeu da pontuação que a empresa obteve nas seis dimensões da inovação: estrutura e cultura organizacional; ações: foco no esforço da inovação; criatividade e desenvolvimento inicial; tratamento e orientação à inovação; atitude; e, por fim, resultados da inovação na organização, a dimensão de maior peso.

Há cerca de dez anos que a Ciser concentra o foco da inovação. Em 2008, estruturou sua área de Pesquisa & Desenvolvimento e Tecnologia, lançando um manual de referência para seus gestores e orientações a todos os funcionários. Em 2009, foram criadas estratégias inovadoras voltadas ao ambiente interno e externo e, no ano anterior, foi lançado o Prêmio Ciser de Inovação Tecnológica, iniciativa pioneira que tem crescido a cada edição. Ao longo de quatro premiações, a ação consagrou dezenas de projetos já colocados em prática, lançando novas perspectivas ao mercado de trabalho.

"Ter a inovação como pilar é um marco que pode resultar em diversificação de portifólio de produtos, aumento de receita, novos clientes e melhorias de processo. Ao final, o grande resultado é um diferencial competitivo mundial que permite à empresa se manter na liderança, mesmo em um cenário econômico cada vez mais competitivo e desafiador", destaca Adelton José Rossetto, gerente de Engenharia, Manutenção e Qualidade e Inovação da Ciser.