Adelton José Rossetto, gerente de engenharia, manutenção e qualidade da Ciser Parafusos e Porcas

Deve ser finalizada nos próximos dias a coleta de dados para a edição de 2014 da Pesquisa de Inovação (Pintec) realizada periodicamente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O objetivo deste levantamento é consolidar indicadores nacionais de atividades inovadoras nas empresas brasileiras e a expectativa de todos é para resultados superiores a anos passados.

Diante de um cenário brasileiro tão volúvel, uma aposta certa para empresas de qualquer dimensão é se reinventar com sucesso, incentivando iniciativas que elucidem caminhos ainda não explorados pela maioria dos empreendimentos. Dados da última edição da Pintec, contudo, apontam uma retração do setor. Apesar do investimento total das empresas, voltado a atividades em inovação, chegar ao patamar de 64,9 bilhões de reais em 2011, o percentual inovador entre as empresas pesquisadas caiu de 38,6% (2008) para 35,7% (2011). As indústrias representam 90% das empresas inovadoras identificadas pela Pintec e, mesmo representativas, registraram queda na realização de atividades com perfil inovador: de 35,6% (2011) contra 38,1% em 2008.

Em um cenário de instabilidades é natural que empresas fiquem receosas e retraiam investimentos, mas as dificuldades não podem ser encaradas como justificativas para frear a inovação. Pelo contrário, os problemas encontrados ao longo do percurso devem servir como combustível para o fomento a novas ideias e soluções. Transformar ações teóricas e planos eficientes em uma realidade que pode mudar a maneira como interagimos com o mercado, fornecedores e consumidores é o objetivo que almejam muitas empresas, assim como a maior fabricante de fixadores da América Latina.

No ano de 2008, a Ciser Parafusos e Porcas estruturou sua área de Pesquisa & Desenvolvimento e Tecnologia, lançando um manual de referência para seus gestores e orientações para todos os colaboradores. Em 2009, foram criadas estratégias para estimular ações inovadoras voltadas no ambiente externo e no ano anterior foi lançado o Prêmio Ciser de Inovação Tecnológica, iniciativa pioneira que tem crescido a cada nova edição. Ao longo de quatro premiações, a ação consagrou dezenas de projetos já colocados em prática, lançando novas perspectivas consistentes ao mercado de trabalho.

Com inscrições abertas, a 5ª edição do Prêmio Ciser de Inovação Tecnológica pretende apresentar ainda mais oportunidades aos participantes. Eles apresentarão seus trabalhos a uma banca de especialistas nas áreas de conformação, ciência e tecnologia, em evento que será realizado no Sapiens Parque, centro de iniciativas criativas da capital catarinense.

Ter a inovação como pilar essencial é um marco que pode resultar em diversificação de portfólio de produtos, aumento de receita, novos clientes e melhorias de processo. Ao final, o grande resultado é um diferencial competitivo mundial que permite à empresa se manter na liderança, mesmo em um cenário econômico cada vez mais competitivo e desafiador.